01/01/13

Agendado.


A vida nada mais é que um conjunto de experiências que cada individuo se propõe a fazer e a desafiar. Os obstáculos são mais internos que externos, mas eles só servem para nos permitir evoluir como ser e para descobrirmos novas forças e fraquezas que sempre fizeram parte do nosso maior enigma: o eu. Só leio que 2012 foi um ano horrível para todos vocês, ora, eu acho que deviam mudar essa perspectiva. Porque acho que com "horrível" vocês querem dizer que foi o ano em que mais aprenderam novas fraquezas, onde refizeram amizades outrora perdidas e onde se aperceberam das falsidades que vos rodeavam e, consequentemente, perderam amizades, onde viram entes queridos a perecer, onde descobriram novas forças para ultrapassar todos os obstáculos que descobriram, onde perderam os vossos amores e aprenderam a amar-se mais a vocês, onde cresceram no B.I (ou cartão de cidadão) e onde se aperceberam que os  números nesse documento não equivalem à idade mental da maior parte da humanidade, onde se aperceberam que o mundo não acabou no dia 21, mas se calhar devia ter acabado porque a humanidade está cada vez menos humana, onde engordaram porque sempre tiveram a perspectiva de que andam a perder peso para depois o encontrarem outra vez, e etc. Acho que podemos concluir que 2012 não foi um ano horrível, mas sim um ano onde VIVERAM INTENSAMENTE. E foi para isso que nascemos, para viver e sentirmos tudo de todas as formas.

Com isto, desejo-vos um 2013 ainda mais desafiante para que tenham a grande oportunidade de crescer como indivíduos!

Um kiss, um hug, <3 p="p">

2 comentários:

Rita Barbosa disse...

bem, e em consequência deste teu esclarecimento, fiquei a pensar pela tua perspectiva e concluir que na verdade o 2012 foi um ano em que vivi intensamente e descobri pontos em mim que nem sabia que era capaz de suportar. excelente conclusão (:

Rita Barbosa disse...

oh e não devo ser a única, tiraste uma coisa positiva de um ano que muitos desprezam. (: