02/09/10

A bela da resposta.

Ao tentar explicar o que se passava comigo, eu escrevi-te uma carta. E, sinceramente, senti-me um pião sem pé com a tua resposta. Alguém sem sentido, ainda mais vazio.


"Mas como é que tu ainda não percebes-te que estou mal por falar contigo? Não é por me chamares de “amor”, “paixão”, “bebe”, seja o que for! Eu estou mal pelo simples acto de nós, eu e tu, falarmos. O meu ser já não sabe viver com tal coisa e eu, por muito que não pareça, estou a fazer um esforço para tal passar a acontecer! Não quero falar contigo ao mesmo tempo que só desejo voar daqui e cair à tua beira a contar-te todas as novidades. Só quero que sejas feliz com essas pessoas novas da tua vida, ao mesmo tempo que ainda te quero só para mim. Só te quero esquecer, apesar de todas as noites pensar em ti, nos momentos que tivemos e nos momentos que podemos vir a ter. Todos os erros que cometemos massacram-me a cabeça. Tudo o que não fizemos e podíamos ter feito, levam o meu coração à loucura. Tudo porque eu ainda te amo e não te vou conseguir esquecer. Tu queimas-te a minha pele e esta queimadura nunca irá sarar. Por agora preciso de tempo e muito espaço. És tu na terra e eu na lua. E mesmo assim não sei se chega! Quero estar o mais longe possível de ti para me reconstruir sem ti. Reaprender a respirar, a comer, a ver, a ouvir, a viver, sem ti. Lá quando o diabo é rei, eu mandar-te-ei uma fala minha para saber como estás e como eu estou. Para saber se já é altura de voltar a ser teu amigo, de voltar a ter-te na minha vida. E quando isso acontecer eu quero que sejas um acrescento à minha vida, não um suporte. Talvez te venhas a tornar num suporte, mas não o espero tão cedo. Eu só quero o meu bem, e não o teu mal. Se pelo caminho na busca da minha felicidade, eu te magoar, desculpa. Mas tem que ser. Primeiro eu, depois eu, a seguir eu, e só depois, talvez, tu. Agora é o meu tempo definitivo, aquele de que sempre precisei e só agora o estou a conceder. Não devias levar com ele porque não merecias, mas tem que ser, agora. 







Por favor, espera por notícias minhas e evita espetares mais o dedo nesta ferida aberta. Eu amo-te, beijo. Até um dia, que tudo te corra bem. "

E a tua resposta calorosa foi "tu é que sabes. adeus".


É a isto que eu tenho que me agarrar? É isso que me queres dar? Ok, eu aceito. Mas hei-de retribuir, da mesma maneira.

57 comentários:

Qéé disse...

ai meu deus, :x

DoceInquietação disse...

então... há sempre pessoas deveras simpáticas com as respostas que mais gostariamos, de facto, de ouvir, não é?

e se isto é tão real como penso, porque é que não se pos no teu lugar? sim, e se fosse ao contrário..ela a dizer-te o que tu disseste, como seriam as trocas de papeis exacerbadas? imagina só, não estou a brincar, faz um shot com os papeis invertidos.. seria interessante..

seguindo (:

Joana S. *-* disse...

De nada :)
Eu também gosto bastante :P

Gosto da música*

L.E disse...

Acho que foste demasiado cruel ao lhe dizeres "Primeiro eu, depois eu, a seguir eu, e só depois, talvez, tu." , claro que a reacção dela foi normal . Mas eu também já me senti assim , como tu :$

Daniela disse...

Isso foi agreste :S
Mas por vezes temos mesmo que pensar só em nós, de outro modo só nos afundamos...

Ki disse...

Já lá diz a minha mãe, no fim vamos sozinhos. Trata de ti, és a pessoa mais importante na tua vida =)

diana disse...

obrigada !

Sofia disse...

Eu um dia destes li um texto teu mas não sei o que aconteceu, acabei por esquecer de comentar -.-Agora lembrei e vim aqui e desta vez deixo um comentário.

Bem ... não correu muito bem. Se achas que não te sentes bem, cuida de ti,faz o que achas que é melhor para ti ....

Diana Teixeira ! disse...

obrigada , *-* .
mas já acabaram , :( .

Diana Teixeira ! disse...

achas que aquela frase faz sentido naquele texto ? aiie , escrevi por escrever , :|.

Diana Teixeira ! disse...

com uma explicação como essa , já nem discordo de mais nada , :D .
- obrigada por todas as palavras , :) .

Catarina Costa disse...

A dor deve ser forte, dói muito, mas chegou a hora de cuidares de ti.

Diana Teixeira ! disse...

aiie , mas quem manda ? sou eu , portanto eu agradeço siim , :$ .

[ P.S ] Patrícia Santos disse...

a vida é feita de contradições meu querido Alexandre =)

p.s- esta "carta" deu comigo em doida. e pela resposta dá para ver uma coisa, o destinatário não é indiferente ao remetente :x

inês zép disse...

oh, muito obrigada! :)

Marilena' disse...

a vida é mesmo assim :|

Realy ? :O
eu costumo sonhar coisas que depois acontecem mas com textos, nunca :O

Marilena' disse...

noticias também : a da queda das torres gémeas (dois dias antes)
euromilhões também : a chave do prémio , na noite anterior.
momentos também ! imensos |

Ana disse...

Isto está lindo ! Fiquei sem palavras. Quantas e quantas vezes ja me aconteceu, tentar ser o mais querida possivel dentro dos possiveis... E levar c uma resposta fria assim. Há tantas coisas impossiveis de decifrar, e o amor é uma delas : |

Ana disse...

Isto está lindo ! Fiquei sem palavras. Quantas e quantas vezes ja me aconteceu, tentar ser o mais querida possivel dentro dos possiveis... E levar c uma resposta fria assim. Há tantas coisas impossiveis de decifrar, e o amor é uma delas : |

L. disse...

é certo, pensarmos nos outros como também é errado por-nos de lado. No amor e na amizade, acontece. entregamos os nossos corações a quem realmente queremos bem, a quem realmente nos sentimos aptos a dar tudo o que temos. Por vezes não há retribuição, por vezes essa retribuição magoa, por vezes uma retribuição dá vontade de dar, amar, abraçar cada vez mais e com uma superioridade maior. Mas é mesmo assim, aprendemos com os erros. E ao pensarmos em nós, estamos a proteger o nosso coração e o dos outros. O tempo cura, e no teu caso não vai ser diferente. Boa sorte.
adorei. (:

[ P.S ] Patrícia Santos disse...

talvez, mas eu gosto de "falar" o que sai na hora . o que vem á cabeça momentaneamente . o bom é deixar fluir, é viver assim. louca e "desesperadamente" .

Mel disse...

tu nao imaginas o que tenho chorado nestes dias.

tiago rocha disse...

"Primeiro eu, depois eu, a seguir eu, e só depois, talvez, tu." - é mesmo isso. primeiro sempre nós.

tiago rocha disse...

que piada xD por acaso não conheco grandes artistas "tiago", mas é só um acaso, claro.

C disse...

Obrigada, meu nequinho x)
Agora tens de pensar em ti, todos nós precisamos de ser um pouco egoístas em certas alturas, e isso é plenamente compreensível. Força, Necão *

danó disse...

o teu blog está lindo lindo lindo! <3

ana moura disse...

identifico-me demais com este texto.
á uns dias atrás escrevi para o "amor da minha vida" a dizer que me ia afastar, e disse também muitas das coisas que disseste e a sua resposta foi 'ah, então não te posso mandar mais nenhuma mensagem?' pronto e isso caiu-me mesmo "bem".
Alexandre, força muita força e adorei o teu blog, quero seguir-te* beijinho

ana moura disse...

prefiro mac :c
ainda bem que contigo já está tudo bem, comigo ainda é bastante recente , por isso. mas esperemos que tudo passe rápido.
beijinhos e obrigada eu*

Stéffani Rocco disse...

Si encontrar pra depois achar alguém, realmente é um conselho que vale apena, já passei por isso sei totalmente como é e eu fiquei do lado de quem mandou a carta. Enfim adorei teu blog estou seguindo lhe.
Beijão!

ac disse...

As vezes é difícil superarmos e aprendermos a viver tudo de novo, não sei como é - completamente- mas já experimentei um pouco desse sabor durante algumas -longas- horas , por isso compreendo-te ; acho que quando temos de seguir em frente , temos mesmo de o fazer , mas devemos sempre guardar tudo em nós , para depois não voltarmos a cair no mesmo !
Se essa carta fosse para mim a minha resposta não seria como essa que levaste, muito certamente :/

Um beijinho *

Catariina disse...

Chorei a ler isto meu bem :$ Só tw digo que quero o teu bem acima de tudo e tu acima de todos mereces ser feliz !

Beijinh

Borginhas disse...

fogo queria fazer um comentario noutro texto mas nao consegui.. ya escrevi eles todos.. falta um mas nao vou por.. escrevi n1h

biazinha disse...

Que arrepio =$

RuteRita disse...

WOOOOW, adorei completamente !

RuteRita disse...

vou seguir, tenho mesmo de o fazer

RuteRita disse...

Acredita que adorei o teu blog.
Gostei imenso da forma como te exprimis - te para ela na carta, e adoro a musica.

RuteRita disse...

Ora essa xD
Sim sim por favor (:
Oh sim já vi, e olha fiquei completamente surpreendida já sou seguidora dos dois. Fiquei completamente rendida com a tua sensibilidade a escrever

RuteRita disse...

Oh nao precisas Alexandre (:
O mérito é todo teu, e mereces ser elogiado sempre pela tua escrita, que de facto é fabulosa.
É verdade, amamos sempre demais uma pessoa, mas sim ... agora percebo que talvez tenho sido um erro no qual eu aprendi muito, e me tornou forte. E agora estou feliz com o meu progresso e feliz com o homem da minha vida, que por muito estranho que parece nunca foi o outro.

RuteRita disse...

Sim é verdade...
Mas também aprendemos com as diferentes formas de vidas que temos, e como tudo acontece na vida de cada um,
Ora essa (: És livre de te exprimir (:

RuteRita disse...

Exacto (:
Não te preocupes... (:

Catarina Bessa disse...

Em primeiro lugar força. Em segundo cuida de ti, pensa em ti, e dá o melhor de ti ao teu coração. Ele merece. Dói. Magoa. Corrói. Mas é com estes maus momentos e com os erros que vamos crescendo mais a cada dia que passa. Espero que fiques bem. É dificil. Mas pensa em ti e no teu admirável coração. Não te sujeites a tanto sofrimento. Boa sorte. (:

Ju Fuzetto disse...

Às vezes colocamos nas mãos do outro(a), nossa completa felicidade. Projetamos sonhos, criamos um mundo delicado de ternuras. Pra depois o vento levar.
Tem certas coisas que o vento deveria levar pra sempre. Palavras vão e vem. O que muda são os sentimentos.

Lindissimo tudo que tú escreveu. Adorei. Tão intenso.

Uma pena que a resposta foi levada pelo vento.

Um beijo

Francisco disse...

uma amiga. :x

biazinha disse...

Vai ao post de hoje (sábado) e vê, importante ! Obrigada :)

SaraTeixeira disse...

Já tinha lido esta shot, quase na altura em que foi postada ou passados um dia ou dois.
Hoje, senti isto. Não assim, não estas palavras, mas outras, parecidas. E lembrei-me de voltar a vir aqui ler isto. Não sei se me fez bem, mas foi do que me lembrei primeiro.
Adoro esta shot, não pelos melhores motivos, mas adoro-a.

Tens uma escrita incrível e tanto este como o outro blog são fantásticos!

Diana Teixeira ! disse...

até um diia ? não !
- até breve. :p eu quando poder volto aqui responder a algunas comentários , porque não me consigo largar disto. :X

biazinha disse...

Sim, é o email do blog . Obrigada :)

MartaCristina disse...

o amor tem isso mesmo, atitudes que não são fáceis de compreender mas que se reflectirmos, sabemos bem, que fazem sentido.

missing talk with u <3

SaraTeixeira disse...

De nada, fui completamente sincera. :')
Há-de ficar, ou pelo menos, hope so. *

[ P.S ] Patrícia Santos disse...

my dera a música é Gabrielle - Survive

obrigada :$

biazinha disse...

"senti-me um pião sem pé" - gostei da expressão !

tiago rocha disse...

para quando outro textinho aqui, alex?

tiago rocha disse...

espero eu tbm

Isa Soraia disse...

Gostei (:

sribeirodasilva disse...

Imagino a dor sentida nesse momento.

Ráá disse...

consigo imaginar tão bem o que tu sentiste, infelizmente, consigo. já tive momentos desses, é sempre tão bom quanda recebemos dessas respostas queridas que nos fazem mudar de ideias (olha a bela da ironia!)

Catarina disse...

Ainda só nos vimos uma ou duas vezes - acho eu - mas hoje vim cuscar o teu blog, adorei este texto porque a cada palavra me via a mim e ao Carlos (que foi meu namorado) a falar um ao outro. Aquilo que tu exprimes no texto e tal e qual o que eu sinto agora.

:)