09/11/10

Lágrimas de Vento.

Joana estava em viagem com os pais e o seu irmão mais novo. Tinha vinte e dois anos e estudava na faculdade. Estava no último ano e, como metade dos semestres tinham que ser feitos em estágio, e na sua aldeia não havia esse possibilidade, decidiram mudar-se para a cidade. Já eram muitos anos a viajar duas horas, todos os dias, para chegar à Universidade, e muito dinheiro gasto. Agora, era preciso mudar.
Já estavam há hora e meia a viajar. Situavam-se a 100km da aldeia onde moravam à mais de trinta e cinco anos, e Joana já não suportava mais ver a paisagem que passava pela sua janela aberta do carro, tornar-se mais e mais moderna. Mecanizada. Ainda não tinha chegado à cidade e já gritava interiormente pelo seu querido campo. Aqueles campos verdes, castanhos, vermelhos, laranjas, brancos. Aquelas cores vivas da primavera e as mortas do outono. O branco celestial da neve invernal. A brisa quente do verão. Ah!, e aquele ar sempre tão puro! Os animais na quinta, as ruas vazias, os olhares sempre tão regalados com perfeitas paisagens, humildade nas pessoas, amor nos corações. Tudo no seu devido lugar. Eram coisas que a Joana nunca iria esquecer. Agora, seria ar poluído, prédios a encher a vista, impaciência e indelicadeza na boca das pessoas, ódio nos seus corações, barulhos repugnantes.
Ao pensar nisto, Joana deixou cair uma lágrima.
- Mana, estás a chorar? - Perguntou o seu irmão, bem mais novo.
- Está tudo bem filha? - Questionou, logo a seguir, a sua mãe.
- Estou estou mãe, foi só uma lágrima de vento.

24 comentários:

SaraTeixeira disse...

Adoro :)
A tua escrita é tãooo cativante x)

SaraTeixeira disse...

Não agradeças, é aquela coisa do "Ah e tal, verdades são para ser ditas." :D

Lígia disse...

adorei *.*
(shot nova yuppi ^^)

Ráá disse...

adorei, está lindo mesmo ^^

RuteRita disse...

Adorei !

Francisco disse...

Eu sei que é lindo!
E isto tá do crlh, já agora xandra

Francisco disse...

isso eu já nã seeeii :s

Inês Caramelo disse...

Este texto emocionou-me :)

[ P.S ] Patrícia Santos disse...

amei completamente *_*

J. disse...

Está girita e tal, mas a anterior é muito melhor Xaxá!

DS disse...

Gostei

Aleex disse...

algueirão , mas ando na leal . e tu ?

lara disse...

adorei. eu nunca vivi no campo mas se pudesse faria-o sem qualquer duvida.

DS disse...

nao tens que agradecer :D

lara disse...

é verdade, eu vivo no concelho de sintra mas em sintra mesmo é lindíssimo e tem sítios realmente campestres

Maria Francisca disse...

gostei da expressão a bold.
mas tenho que vir defender as cidades! são tão bonitas. então lisboa...

Maria Francisca disse...

sim, são pontos de vista diferentes.

PauloMitchell disse...

Obrigado Alex.

Catarina disse...

lindo .

Catarina disse...

queria ter conseguido escrever mais ali, naquela carta para aquelas pessoas, mas nem sempre é fácil escrever sobre certos assuntos. obrigada eu, Alex *

Catarina disse...

é exactamente o que penso . por vezes faz bem abrir aquilo que está trancado no fundo , outras é preferivel deixá-las lá . mais uma vez , muito obrigada pelas palavras (:

Catarina disse...

és uma simpatia .

ritt bellamy howard disse...

adoro a tua escrita !

Anie (: disse...

Antes de mais muito obrigada pelo teu comentário (: Estou muito feliz já tenho alguns seguidores (: Muito feliz mesmo (:

Olha eu simplesmente adorei o que escreves'te... Eu também adoro escrever histórias, é uma espécie de hobby para mim... Ainda não postei no blog por considero'as demasiado pessoais para tal...

Não me canso de dizer que adorei o que escreves'te muitos beijinhos e continua, quem sabe um dia ainda compro um livro autografado por ti (;